Oradores

 

 

 

Berta Nunes

 

Licenciada em Medicina e Cirurgia pela Faculdade de Medicina do Porto em 1980.  Trabalhou no Centro de Saúde de Alfândega da Fé desde 1985 até 2006. Foi presidente da Assembleia Municipal de Alfândega da Fé de 1989 a 2001. Eleita para a mesa do Congresso da ANMP - Associação Nacional Municípios Portugueses 1994 a 1997. Foi vereadora da Câmara Municipal de Alfândega da Fé de 2005 a 2009. Foi membro da Direcção da Euripa, associação europeia de médicos rurais até 2005. Doutorou-se em Medicina Comunitária em 1996. Foi Directora do Centro de Saúde de Alfândega da Fé desde 1996 até 2002. Foi coordenadora da Sub-Região de Saúde de Bragança de 2005 a 2009. Foi nomeada Directora Executiva do ACES Nordeste em Março de 2009. É Presidente da Câmara Municipal de Alfândega da Fé desde Outubro de 2009.

 

 

 

Carlos Miguel

 

Enquanto Presidente da Câmara Municipal, foi  presidente do Conselho de Administração dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento, vogal do conselho de administração da Águas do Oeste, S.A, secretário da mesa de assembleia-geral da Valorsul  - Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos das Regiões de Lisboa e do Oeste, S.A. e presidente do conselho intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Oeste.  Foi membro suplente do Conselho Económico e Social e integrou o Grupo Consultivo para a Integração das Comunidades Ciganas (CONCIG), do Alto Comissariado para as Migrações. Manteve sempre uma forte ligação ao associativismo, tendo sido presidente da A.E.F.D. - Física de Torres Vedras. Cultiva, desde jovem, o gosto pela fotografia, expondo de quando em quando. A arte contemporânea é a sua paixão. Reside no centro histórico da cidade onde nasceu. Desde 26 de novembro de 2015 desempenha funções como Secretário de Estado das Autarquias Locais. Nas suas funções governativas gosta de «andar de terra em terra», mas adora chegar a casa e brincar com o «Raf» e a «Chavi», os guardiães do seu quintal. Gosta do que faz.

 

 

 

 Helena Freitas

 

Helena Freitas doutorou-se em Ecologia pela Universidade de Coimbra, em colaboração com a Universidade de Bielefeld, Alemanha, em 1993, e realizou um pós-doutoramento na Universidade de Stanford, EUA, entre 1994 e 1996. É Professora Catedrática na área da Biodiversidade e Ecologia no Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra desde 2003, e detentora da Cátedra Unesco em Biodiversidade e Conservação para o Desenvolvimento Sustentável desde 2014 (http://unescobiodiversitychair.uc.pt/?lang=en).  Foi Vice-Reitora da Universidade de Coimbra entre 2011 e 2015, com o pelouro das Relações Institucionais, Museus e Desporto. Entre 23 de outubro de 2015 e 10 de março de 2016 foi deputada e vice-presidente do Grupo Parlamentar do Partido Socialista. Entre 10 de Março de 2016 e 18 de julho de 2017 foi Coordenadora da Unidade de Missão para a Valorização do Interior, tendo coordenado o Programa Nacional para a Coesão Territorial (www.pnct.gov.pt, Diário da República n.º 226/2016, Série I, de 2016-11-24). Helena Freitas integrou o Conselho Geral da Universidade de Coimbra (2009-2011), foi Diretora do Jardim Botânico da Universidade de Coimbra de 2004-2012, tendo elaborado e  coordenado o seu programa de requalificação,  Presidente da Liga para a Proteção da Natureza (1999 ? 2002), primeira Provedora do Ambiente e Qualidade de Vida da cidade de Coimbra (2002 - 2005), fundadora e Presidente da Sociedade Portuguesa de Ecologia (2004 - 2013) e Vice-Presidente da Sociedade Europeia de Ecologia (2009 - 2012). Atualmente, é Coordenadora da unidade de investigação Centre for Functional Ecology - science for people and the planet (cfe.uc.pt), Coordenadora científica do FitoLab - Laboratório de Fitossanidade do Instituto Pedro Nunes (www.ipn.pt/laboratorio/fitolab), e integra o Conselho Científico do Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Coimbra. As áreas científicas de especialidade relacionam-se com: Ecologia; Ecossistemas Mediterrânicos; Floresta e Agricultura; Ecologia e Gestão de espécies exóticas e invasoras; Conservação da Natureza, Biodiversidade; Fisiologia da árvore; Diversidade de Plantas e Fungos; Tolerância ao Stress e Bioremediação; Política ambiental; Bioenergia; Conservação da Natureza; Ecologia microbiana; Ecologia e Sociedade. Foi coordenadora ou participante em vários projetos e consórcios nacionais e internacionais, incluindo o Millennium Ecosystem Assessment. Orientou ou coorientou 33 teses de doutoramento e 18 dissertações de mestrado. É autora em mais de 300 publicações científicas internacionais indexadas e várias obras de promoção e divulgação da ciência.

Publica regularmente na imprensa nacional e regional, em particular sobre ambiente, territórios e sociedade, planeamento e políticas de desenvolvimento com base no conhecimento (ex.: www.publico.pt/autor/helena-freitaswww.industriaeambiente.pt/autores/helena-freitas). Em março de 2000 foi-lhe atribuída a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique pelo Presidente da República Portuguesa Jorge Sampaio.

 

 

Hélder Guerreiro 

 

Vogal Executivo da Comissão Diretiva do Alentejo 2020

 

 

 

José Alberto Fernandes

 

É Geógrafo e Professor Catedrático da Universidade do Porto. Preside à Associação Portuguesa de Geógrafos e coordenador do grupo de investigação "Cidades e Desenvolvimento Territorial" do CEGOT (Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território). Assegura docência e investigação fundamental e aplicada nos domínios da geografia urbana; urbanismo e gestão urbana; planeamento e desenvolvimento regional. É autor de mais de 200 títulos. Colaborador no Jornal de Notícias (com crónica semanal) e da Jornal da 9 (RTP2). Foi, até recentemente, Diretor da revista GOT (Geografia e Ordenamento do Território), Diretor do Curso de Doutoramento em Geografia na Universidade do Porto e Secretário Geral do CEER (Agrupamento de universidades públicas de Galiza e Norte de Portugal). Experiência vasta em coordenação e participação em planeamento (PROT, PMOT e planos estratégicos), estudos para o desenvolvimento do território e de valorização da atividade comercial (urbanismo comercial e "lojas com história"). Coordenou e participou em projetos internacionais de investigação científica, sobre, designadamente: Airbnb e turismo urbano; resiliência do comércio urbano;  incêndios extremos; cronourbanismo e promoção do turismo e da cultura no Norte de Portugal e Galiza.

 

 

 

 

 Nelson Brito

 

Tem 43 anos e é atualmente Presidente da Câmara Municipal de Aljustrel. Licenciado em Direito, no ano 1999, iniciou o seu percurso profissional como formador na mesma área. Pouco depois, começou a trabalhar como advogado. Estagiou num escritório no Algarve, tendo sido, no final do mesmo, admitido na Ordem dos Advogados e convidado para integrar a equipa do referido escritório. Manteve-se por terra Algarvia até 2005, ano em que integrou o Concelho de Administração da GestAlqueva/EDIA. Em 2009 foi eleito Presidente da Câmara Municipal de Aljustrel, tendo sido reeleito em 2013 e 2017. É atualmente presidente do Conselho Regional da CCDR Alentejo.

 

 

 

Paulo Bernardo Fernandes

 

Paulo Alexandre Bernardo Fernandes, nascido a 05 de Junho de 1972, é licenciado em Relações Internacionais pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas da Universidade Técnica de Lisboa e Master em "Estudios Europeos y Derechos Humanos" pela Universidade de Salamanca, com a especialização de Desenvolvimento Regional e Local. Prosseguiu carreira profissional como consultor especialista em desenvolvimento regional e local, tendo coordenado diversos projectos de desenvolvimento integrado no âmbito de programas como o PROVERE, PRODER, INTEGRAR, POEDS, RURIS, AIBT, entre outros. Desempenha, actualmente, o cargo de Presidente da Câmara Municipal do Fundão tendo anteriormente exercido o cargo de Vice-Presidente e Vereador de pelouros como o desenvolvimento, investimento, empreendedorismo, inovação, turismo, desporto, cultura ou acção social. É Presidente da Rede Aldeias do Xisto e Presidente da Assembleia-Geral da Rede Aldeias Históricas de Portugal, das quais é fundador.

 

 

 

Rui Tavares

 

Rui Tavares é escritor, historiador e ensaísta. Publicou vários livros, sobretudo de não-ficção, sobre temas históricos ou políticos, incluindo "O Pequeno Livro do Grande Terramoto" (2005), "A Ironia do Projeto Europeu" (2012) e "Esquerda e Direita: Guia Histórico para o Século XXI" (2015). Ex-deputado no Parlamento Europeu, onde foi relator para as questões de refugiados e direitos fundamentais; Doutor em História pela École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris, investigador associado no Centro de Estudos Internacionais do ISCTE/IUL e membro integrado do Instituto de Filosofia da Universidade Nova de Lisboa. Cronista no "Público"  e Comentador na RTP.

Américo Mendes
- Docente / Investigador - Fac. Economia e Gestão da Univ. Católica do Porto

Tem o Doutoramento em Economia, pela Universidade do Arizona (EUA). Foi director do MSc em Economia (2004-09) e é director do MSc em Economia Social da FEG da UCP - Porto (desde 2009). Foi director da Licenciatura em Economia da Faculdade de Economia e Gestão da UCP - Porto (1996-2004). É membro do Scientific Advisory Board do European Forest Institute (desde 2006) e Sócio fundador (1994) e Presidente da Direcção da Associação Florestal do Vale do Sousa (desde 1997). Entre 1980 e 1993 foi Técnico Superior da Comissão de Coordenação da Região Norte.

António Dieb
- Presidente CCDR Alentejo

Presidente da CCDR Alentejo e da Comissão Directiva do Alentejo 2020, António José Costa Romenos Dieb, é licenciado em Sociologia e possui Curso de Mestrado/Especialização em Gestão de Recursos Humanos, pela Universidade de Évora. É Presidente da EUROACE - EuroRegião Alentejo, Centro, Extremadura e Membro da ARE - Assembleia das Regiões da Europa.

Carolina Mourão
- Associação Cultural Cem Soldos / Festival Bons Sons

Carolina Mourão (1985). Licenciou-se em Geografia, na área de especialização "Ambiente e Desenvolvimento", pela Faculdade de Letras da U. Coimbra. É membro dos corpos dirigentes no SCOCS, há cerca de 10 anos, onde tem vindo a participar e a desenvolver projectos como festival BONS SONS, desde a primeira edição, "Avós e Netos", projecto "Ao Largo", "Campos de férias", que visam a valorização e desenvolvimento do território da aldeia, na sua vertente social. Paralelamente, colaborou com Instituto Nacional de Estatística, durante 5 anos, assumindo as funções como a de Técnica Local do Recenseamento Agrícola de 2009, a de Delegada Regional nos Censos de 2011 e a de Entrevistadora. Conta também com a passagem pelo Centro de Formação Profissional de Tomar e na TOMARFORMA, onde deu formação em Geografia do Turismo, Cartografia e Orientação, Paisagem Natural, Modelos de Urbanismo e Mobilidade. Colaborou com a MUNICIPIA, na elaboração de cartografia de redes viárias, para vários concelhos.

Maria de Fátima Ferreiro
- Docente / Investigadora ISCTE-IUL

Professora Auxiliar no Departamento de Economia Política do ISCTE-IUL. Docência nas áreas da História do Pensamento Económico, Territórios Rurais e Sustentabilidade e Economia Social e Solidária. Investigação sobre Território, Instituições e Inovação, Economia Social e Pensamento Económico. Investigadora do Dinâmica-CET.

Jorge Wemans
- Jornalista

Jorge Wemans, jornalista, anterior diretor de programas da RTP-2. Foi subdiretor do semanário "Expresso", de onde saiu em 1989 para fundar o jornal "Público", onde ocupou as funções de diretor adjunto. Um dos fundadores da ANDC - Associação Nacional de Direito ao Crédito e o primeiro presidente da direcção da associação.

Luís Ferreira
- Associação Cultural Cem Soldos / Festival Bons Sons

Luís Ferreira (1983) Formado em Design Industrial (ESAD.CR, 2006), é fundador e director artístico do Festival BONS SONS. É desde 2013, coordenador da área de produção e desenvolvimento da experimentadesign, onde assume também a coordenação da bienal EXD´13. Entre 2009 e 2013, colaborou com a experimentadesign na produção e desenvolvimento da Bienal EXD e como responsável pela programação regular do Palácio Quintela e do Convento da Trindade. Entre 2006 e 2008, trabalhou no Centro de Estudos de Novas Tendências Artísticas (CENTA) como produtor cultural. Preside à Direcção da Associação Cultural SCOCS desde 2013 onde é dirigente associativo há mais de 15 anos. Paralelamente, é co-fundador do colectivo -mente. É consultor da empresa Opium para a área cultural e desenvolvimento turístico. Em 2014, abraçou a crónica mensal Disco Riscado, no Jornal NA.

Mário Vale
- Docente / investigador IGOT/ UL

Professor Catedrático no Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa com Agregação em Geografia Humana (2009) e Doutoramento em Geografia Humana, Universidade de Lisboa (1999). Docente nas Licenciaturas, Mestrados e Doutoramento do IGOT. Desenvolve investigação nas áreas da Geografia Económica, Conhecimento, inovação e desenvolvimento regional, Crise, resiliência e evolução regional e Política de desenvolvimento regional.

Miguel Torres
- ACERT- Tondela

Animador e Gestor cultural desde 1986, desenvolve a sua actividade na ACERT - Associação Cultural e Recreativa de Tondela. Diploma Europeu em Gestão de Projectos Culturais - Fundação Marcel Hicter e Concelho da Europa; Parte curricular do Mestrado em Cidades e Culturas Urbanas da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra; Consultor de projectos da Fundação Cultura Europeia - 2006/2008 Presidente da Animar - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local - 2006/2009 Coordenador da Rede portuguesa da Fundação Anna Lindh para o Diálogo Intercultural entre Março de 2012 e Maio 2014. Coordenador do projecto Tondela+10

Nelson Brito
- Presidente da Câmara Municipal de Aljustrel

Atual Presidente da Câmara Municipal de Aljustrel. Licenciado em Direito, no ano 1999, iniciou o seu percurso profissional como formador na mesma área. Pouco depois, começou a trabalhar como advogado. Estagiou num escritório de advocacia no Algarve, tendo sido, no final do mesmo, admitido na Ordem dos Advogados e convidado pelo patrono a integrar a equipa do referido escritório. Manteve-se por terra Algarvia até 2005, ano em que integrou o Concelho de Administração da GestAlqueva/EDIA.

Paulo Mendes
- Presidente da Associação dos Imigrantes nos Açores (AIPA)

Natural de Cabo Verde, Sociólogo, Pós-graduado em Ciências Sociais e está neste momento a preparar a dissertação de Mestrado sobre "Modos de Incorporação das Comunidades de Imigrantes nos Açores". Publicou, em 2007, um livro sobre a comunidade cabo-verdiana nos Açores, intitulado "Ponte Insular Atlântica" e tem apresentado vários artigos sobre a temática das migrações. É cronista semanal no jornal "Açoriano Oriental" e "Terra Nostra" e colabora regularmente na imprensa cabo-verdiana, tem participado, como orador, em diversas iniciativas regionais, nacionais e internacionais sobre a temática das migrações. É ainda fundador e Presidente da Direcção da Associação dos Imigrantes nos Açores, um dos fundadores e Coordenador da Plataforma das Estruturas Representativas das Comunidades de Imigrantes em Portugal. Foi distinguido, em 2008, pela Fundação Calouste Gulbenkian com o prémio "Imigrante Empreendedor do Ano". É, actualmente, Director da Delegação dos Açores da Empresa COMPETIR (Formação & Serviços).

Rui Pena Pires
- Docente / Investigador ISCTE

Professor no ISCTE-IUL, onde concluiu o doutoramento em Sociologia e onde leciona desde 1982 nas áreas da sociologia do desenvolvimento, das migrações e da teoria sociológica. Entre 2004 e 2013 desempenhou diversos cargos de gestão científica, nomeadamente co-coordenador do Mestrado e do Doutoramento em Sociologia, Diretor do Departamento de Sociologia, Pró-Reitor e membro do Conselho Científico e do Conselho Geral. No CIES-IUL, assegura a coordenação científica do Observatório da Emigração. De 2007 a 2010 integrou o Conselho de Administração da Agência dos Direitos Fundamentais da União Europeia. Publicou, entre outros, os livros Migrações e Integração (2013) e Portugal: Atlas das Migrações Internacionais (2010).

Sara Albino
- Projeto Buinho Well Being Lab

Sara Albino é co-fundadora do projecto Buinho e investigadora associada do Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa. Actualmente, doutoranda em Turismo e Gestão, as suas áreas de interesse multidisciplinares focaram-se crescentemente na necessidade de realizar actividades de investigação aplicada aos utilizadores finais. Tendo vivido na vila de Messejana, do Concelho de Aljustrel, o projeto Buinho surgiu como um retorno a sua historia familiar sustentada no empreendedorismo ligado à criatividade e experimentação.

Moderadores

 

 

Ana Freitas

 

Ana Elias de Freitas tem colaborado, também, como jurada, em iniciativas relacionadas com a literatura. Integrou o júri regional do Plano Nacional de Leitura, em 2017 e já fez parte, por duas vezes, do júri Euroescolas, concurso dinamizado pelo IPDJ e que visa escolher a representante do distrito, na final nacional, a partir da leitura, e dramatização, de um texto sobre a Europa. Este ano a temática centrou-se nas Eleições Europeias 2019.

Ana Elias de Freitas é membro do Clube de Leitura da Biblioteca Municipal de Beja e neste âmbito tem participado em diversas iniciativas relacionadas com a leitura e a sua promoção, entre elas, as "Palavras Andarilhas".

Ana Elias de Freitas utiliza o pseudónimo de Ana Fafe nos poemas que escreve. obteve, em 2017, o 1º lugar, no escalão de adultos, do concurso de poesia, do Município de Vidigueira, "Versos Entrelaçados". Publicou dois poemas na "Antologia de Inverno" da Poesia Fã Clube, de Vila Nova de Gaia e ganhou, em 2018, o concurso desta editora, com o seu livro "Noites de Março", "om prefácio do poeta de Beja Martinho Marques e capa do pintor da cidade António Paizana.

 

 

 

Luís Godinho

 

Luís Godinho, 48 anos, diretor do Diário do Alentejo. Jornalista desde 1988 foi correspondente da SIC e do Diário de Notícias no Alentejo, além de colaborações noutros órgãos de comunicação social nacionais e regionais. Realizador de diversos filmes documentais. Coautor da biografia de António Arnaut.

Ana Paula Figueira
- Docente do ensino superior/ Escritora

Doutorada em Gestão de Empresas, na área do Marketing. Concluiu em 2011 o Pós-doutoramento no Centro de Estudos Geográficos (IGOT/UL) onde é investigadora. Professora Adjunta no Instituto Politécnico de Beja. Membro da equipa de avaliação e acreditação dos cursos superiores em Turismo (politécnico) da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES). As suas áreas de trabalho centram-se no marketing aplicado ao turismo e ao território. Tem estado ligada a vários projectos externos e de intervenção social e comunitária. Autora de vários livros, técnicos e de ficção.

Paula Moura Pinheiro
- Jornalista

Paula Moura Pinheiro é jornalista e vive em Lisboa. Na imprensa, trabalhou como repórter, entrevistadora e cronista; na televisão e na rádio como autora, editora e apresentadora de programas. Expresso, Marie Claire, Independente, Grande Reportagem, Rádio Comercial e Rádio Paris Lisboa, SIC, RTP1 e RTP2 são alguns dos órgãos por onde passou. "Sexo Forte", "O Pecado Mora Aqui", "O Senhor que se Segue", "Livres e Iguais", "GLX", "Câmara Clara" e "Visita Guiada" (ainda em curso) são alguns dos programas que dirigiu e apresentou. Responsável pelo "Guia de Leitura 2003" do Instituto Português do Livro e das Bibliotecas, fez comunidades de leitores um pouco por todo o país e co-realizou, durante anos, "Os Clássicos na Gulbenkian". PMP tem quatro livros publicados: Portugal no Futuro da Europa (um livro sobre a primeira versão do Tratado Constitucional Europeu); "27/08" (27 crónicas e oito entrevistas); "Estória da Pré-História do Chapitô" (uma biografia de Teresa Ricou); e "Viagem de Regresso" (relato de uma viagem à Rússia). Entre 2006 e 2012 foi subdiretora da RTP2. PMP é licenciada em Comunicação Social pela Universidade Nova de Lisboa e pós-graduada em Direito Comunitário pelo Instituto Europeu da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Outras Edições:
Edição - 2014
Edição - 2017
Edição - 2019


CIDADANIA, INOVAÇÃO & TERRITÓRIO
ALJUSTREL | 9 E 10 DE MAIO DE 2019 | CINE ORIENTAL
Organização